Cine-concerto: Quando o Cinema Nasceu

Para fechar mais uma edição deste festival, nada como mergulhar nalguns dos filmes mais divertidos da história 6do cinema e descobrir nomes do cinema mudo que tantas gargalhadas nos arrancam ainda hoje, mais de 100 anos depois: Lotte Reiniger, Alice Guy-Blaché, Buster Keaton, George Méliès e Segundo de Chomón marcaram para sempre as imagens que hoje vemos nos ecrãs, que tantas homenagens fazem a este conjunto de mestres. A cereja no topo no bolo desta manhã fica a cargo de um dos violetistas mais inovadores da sua geração, José Valente. Com a sua viola d’arco, vai preparar para pequenos e graúdos uma música que define a sua identidade como músico pela irreverência, virtuosismo e contemporaneidade das suas composições e concertos, e que acompanhará estas obras primas do cinema.

José explora os limites do instrumento aplicando na sua obra uma intensa e articulada simbiose de estilos musicais, raramente associáveis ao repertório tradicional para a Viola d’arco, trazendo ainda uma componente electrónica bastante vincada. Uma combinação perfeita para fechar esta 6a edição do IndieJúnior. Antes do cine-concerto, teremos ainda um momento especial para conhecer os grandes premiados desta edição.

Filmes:
Cinderela, Lotte Reiniger, Reino Unido, anim., 1922, 13’
O Escultor Acelerado, Segundo de Chomón, França, fic., 1907, 5’
Uma Mulher Pegajosa, Alice Guy-Blaché, França, fic., 1906, 3’
O Espantalho, Buster Keaton, EUA, fic., 1920, 21’
O Homem da Cabeça de Borracha, George Méliès, França, anim./fic., 1901, 3’


Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/indielis/indiejunior/wp-content/themes/indiejunior2016/single-filme.php on line 101